Não Culpe o Capitalismo



Pessoal, eu,

Anselmo Heidrich, o Fernando Raphael Ferro de Lima e o Luis Lopes Diniz Filho,

administradores dos blogs


respectivamente, acabamos de lançar um libelo da GEOGRAFIA ANTI-MARXISTA, o 1º do país!

Prestigiem...

Compre o livro NÃO CULPE O CAPITALISMO nos links abaixo:




quarta-feira, setembro 20, 2017

Assistencialismo Populista na França

Eu já vi este filme outras vezes, aqui mesmo no Brasil, só que não com imigrantes e refugiados africanos ou asiáticos e sim com "sem terra", p.ex. Eles acampam em áreas visíveis gerando nítido constrangimento social e obrigando os governos a disponibilizarem uma área que, geralmente, não vem sem outros subsídios como alojamento, alimentação e assistência em geral. O que se vê ora em curso na França - e não foi por acaso que se deslocaram para uma universidade onde se sabe que contarão com aliados barulhentos de sua causa - é um processo de transferência de renda através de uma pressão psicossocial. O marketing político é o que conta e governos mais sensíveis à questão (que se elegeram com uma retórica apaziguadora) como o de Macron se vê em débito com seus eleitores para por uma solução ao problema. E a 'solução' dificilmente vem do trabalho e estudo, mas do assistencialismo populista. Como retrata a matéria, muitos deles já estavam na França há anos, por que agora, somente agora acamparam em uma universidade então? E ainda tentaram migrar para o Reino Unido quando estavam acampados na "Selva de Calais". Há algo de muito podre nisto tudo e, certamente, deve ter envolvimento de agências de direitos humanos e ongs, eu aposto. Com todo o respeito às almas mais sensíveis, este tipo de 'solução' só ajudará a incrementar a xenofobia devido a não integração efetiva desses imigrantes. E com ela, o racismo... Se querem mesmo ajudar os imigrantes, eles têm que se condicionar ao mercado de trabalho e isto implica em cursos onde, obrigatoriamente, terão que aprender o idioma e adotar posturas condizentes com a sociedade que os acolheu. Sem mais... http://bit.ly/2fgDIfl

TERREMOTO MÉXICO

sexta-feira, agosto 18, 2017

The science behind what makes people hate





A química do cérebro facilita odiar? Pois bem, e qual religião ou religiões, assim como que tipo de ideologia facilita o desenvolvimento desta química do ódio?

quarta-feira, agosto 16, 2017

O que Chris Rock diria sobre Charlottesville?

Agora, que nossa esquerda brasileira faça pouco caso das ameaças de um louco na Coreia do Norte que ameaça não só os EUA, mas também ilhas no Pacífico, sua vizinha, a Coreia do Sul e o Japão ou o assassinato de mais de 120 jovens que protestaram contra o fim da democracia na Venezuela na semana passada ou contra a pior corrupção do planeta capitaneada pelo PT aqui no Brasil, eu não me admiro. Obviamente que ela tentará encobrir estes e outros fatos, FATOS com a morte de uma militante antirracista por um canalha assassino que furou sua marcha batendo em um carro que colidiu com seu corpo. Uma morte sim, mas uma morte estúpida feita por um fanático que trouxe a ira de americanos contra seu protesto a favor da preservação da estátua de um militar a serviço dos escravocratas. Claro que Trump poderia ter sido rápido no gatilho ao condenar o protesto e o timing dele, por vezes tão ágil no Twitter falhou. Acabou se manifestando, só que depois de vários congressistas de seu próprio partido se anteciparem. Dentre todos que li, a melhor foi do senador veterano pelo estado de Utah:
Continue lendo aqui >> https://anselmoheidrich.wordpress.com/2017/08/16/chris-rock-a-esquerda-e-a-direita/

quarta-feira, agosto 02, 2017

Eu preciso de Ti

                        Vou contar uma história engraçada: certa vez estive em Brasília e, em meio ao trabalho e atividades saí muito tarde para jantar. Como não conhecia bem a capital federal acabamos em uma praça de alimentação onde quase tudo estava fechado. O calor era intenso e eu estava seco por um chopp, mas dei sorte (ou não), pois encontrei um quiosque aberto com o líquido amarelo. Para minha decepção, como já havia expirado o horário de funcionamento, o próprio dono me explicou, ele não podia vender mais nada sob risco de ser multado pela administração do shopping. Tentei persuadi-lo, em vão e também não insisti muito, pois não era justo que ele pudesse sair prejudicado pelo meu desejo fugaz. Daí, como quem não quer nada e fala por falar, eu disse “bem, se tu não podes me vender, por que não me dá um copo?” O sujeito foi surpreendido e disse “isso eu posso fazer”. Naquele momento eu tive uma visão…

Continue lendo aqui >> https://anselmoheidrich.wordpress.com/2017/08/02/eu-preciso-de-ti/

quinta-feira, julho 20, 2017

GUERRA DO LÍBANO

Antes sair apoiando IMIGRAÇÃO ISLÂMICA veja esse vídeo: o Islã
destruiu o Líbano livre.
O Líbano
era uma país árabe pró-ocidental, isto é, multicultural e com instituições que
defendiam o mercado e a liberdade, mas depois que começou a receber Imigrantes Muçulmanos essa liberdade
acabou, quando os Muçulmanos alcançaram uma grande quantidade populacional
começaram a pregar a Guerra Santa ( jihad ) contra os Cristãos, Judeus e
qualquer outro que não fosse Muçulmano.
A escritora libanesa Brigitte Gabriel conta como o seu país
natal, até então o mais cristão e "multicultural" do Oriente Médio,
virou de ponta cabeça quando os islâmicos se tornaram a maioria no país e
resolveram massacrar os demais. As atrocidades descritas por ela são
profundamente tristes e realmente tiram nossa fé na espécie humana, se não nos
precavermos e protegermos sempre.

Seria uma previsão do que acontecerá na Alemanha e na França no futuro?

Assista ao vídeo a seguir: